Blog

Acompanhe e fique informado

Como a tecnologia está mudando o mercado imobiliário

O mercado imobiliário é um ramo muito antigo e por consequência, ainda muito tradicional. Por se tratar de venda e aluguel de imóveis, que são transações burocráticas, é inevitável que alguns processos sejam moldados e seguidos à risca, sem muitas alterações.
Por isso, quem trabalha nessa área, geralmente não está muito atento às novas tecnologias, já que é preciso acompanhar novidades a respeito de leis e economia para traçar novas estratégias.
No entanto, há várias ferramentas disponíveis que podem mudar - e já estão mudando - o mercado imobiliário, e neste post vamos descobrir quais elas são e como podem impactar no futuro da sua imobiliária e na experiência que seus clientes terão com sua empresa.

Usar contratos digitais para acelerar o processo de locação

É de conhecimento de todos que já tiveram que alugar uma casa, que a criação e assinatura do contrato é a parte mais demorada. E isso é ruim para a imobiliária, para o proprietário e para o inquilino.
Muitas vezes não é possível conciliar a assinatura do contrato com a agenda de todos os envolvidos, o que faz com que algum deles - se não todos - tenham que se locomover à imobiliária mais de uma vez para retirar o contrato.
Com o contrato digital isso se resolve de forma muito simples e rápida, uma vez que o contrato é enviado por e-mail para todos os participantes ao mesmo tempo, e eles podem assinar pelo celular, computador ou tablet, onde quer que estejam.
Dessa forma, o único que precisa ir até à imobiliária é o inquilino, apenas para retirar a chave do imóvel que alugou. Ótimo, não é? A experiência dele com sua empresa vai ser muito melhor e as chances dele indicar para um amigo serão ainda maiores.
O contrato digital ainda não é usado para compra e venda de imóveis, pois essa modalidade exige a necessidade de ir até um cartório. Mas, acreditamos que isso também irá mudar no futuro.

QR Code nas placas de locação e venda

Há quem pense que o QR Code foi uma moda passageira e não é mais utilizado, mas está muito enganado. Países como a Índia e China fazem uso do QR Code como forma de pagamento e pretendem ter somente esse meio em alguns anos.
Talvez o pagamento em QR Code chegue aqui no Brasil, mas enquanto isso não acontece, as imobiliárias podem usá-lo em suas placas de locação e venda, adiantando para o cliente as características e imagens do imóvel em que estão interessados.
Imagine você, andando pela rua e visualiza uma placa em um imóvel que chama sua atenção, pode ser só por curiosidade ou real interesse, verifica o QR Code, escaneia e pronto. Todas as informações que precisa estão na sua mão e você só liga ou vai até à imobiliária para fazer uma visita ou já dar entrada em sua locação ou compra.
Por mais que o comportamento do consumidor tenha mudado e a procura pelo imóvel dos sonhos agora seja, por grande parte, pela internet, as placas ainda dão um bom retorno de investimento para as imobiliárias.
O ideal é imprimir o código separado da placa para ela não ficar inutilizável depois que o imóvel for alugado ou vendido. Depois é só colar e tirar quando quiser, fácil né?

Fazer visitas em tour 3D com óculos de realidade virtual

Quando alguém procura um novo lar, precisa estar disposto a conceder boa parte do seu tempo a essa procura, o que convenhamos, não é uma tarefa possível para todos. E é nessa parte que entram as visitas virtuais.
Vamos supor que um cliente só pode visitar imóveis aos sábados e a imobiliária só atende das 9h às 14h. Essa pessoa consegue, no máximo, visitar apenas 3 imóveis nesse dia e se ela der sorte, encontrar o ideal. Além de ter gastos com combustível e estar sujeito a perigos externos.
Neste mesmo exemplo, se a imobiliária disponibilizar tours em realidade virtual, é possível ver cerca de 10 imóveis nesse período e depois de encontrar o preferido, fazer a visita. Essa prática deixa o cliente muito mais animado e ajuda-o a fechar negócio mais rápido.
Para quem trabalha com imóveis de alto padrão, é possível inserir móveis fictícios para que os clientes tenham mais noção de espaço e aguçar a imaginação deles.

Disponibilizar imagens 360º no seu site

Considerando que muitos clientes fazem a primeira pesquisa online, é preciso se atentar ao seu site e fazer o usuário ter a melhor experiência possível. Dar todos os detalhes na descrição já não é mais um diferencial, e como aquele velho ditado, uma imagem vale mais que mil palavras.
As fotos no site, são sem dúvidas, o ponto crucial para despertar o interesse dos clientes. Muitos imóveis bons, acabam sendo desvalorizados por não possuírem uma imagem de boa qualidade.
As imagens 360º vão além da qualidade, elas proporcionam uma vista completa do imóvel, assim como o tour que citamos no tópico acima, mas desta vez, sem o cliente precisar sair de onde está.
Outra prática bacana, é disponibilizar também, imagens 360º da rua onde o imóvel está localizado, isso facilita para o cliente saber se o local é ou não do agrado dele e evitar desapontamentos na visita presencial.

Incluir Chatbot no site para otimizar o primeiro atendimento

Como falamos, muitas pessoas começam suas pesquisas pela internet. E se após fazer um tour virtual da casa pelo seu site, ela quiser já marcar uma visita? Os Chatbots são de grande ajuda para um atendimento imediato.
Além de agilizar o processo, essa tecnologia também pode ser configurada para fazer uma triagem para clientes que ainda não decidiram quais imóveis eles querem e apresentar opções de acordo com as características apresentadas.
Por exemplo, o usuário entra no site, o chat surge informando que pode dar dicas de imóveis personalizados de acordo com o interesse da pessoa. Ele dá opção de casa, apartamento, quantidade de quartos, vaga de garagem, entre outros. Ao final do atendimento ele apresenta os imóveis que mais dão fit com aquela pessoa.
Se o cliente se interessar e quiser marcar a visita, o chatbot encaminha o contato para o CRM do corretor para dar continuidade no atendimento.

Fazer uso de CRM para administrar clientes

O segredo para fechar negócio é o tempo que a empresa demora para atender a demanda do cliente. A falta de organização pode fazer com que os corretores não administrem suas agendas de forma efetiva e percam algumas oportunidades.
O CRM, também conhecido como Customer Relationship Management ou em português, Gestão de Relacionamento com o Cliente, ajuda o vendedor, ou nesse caso corretor, a gerenciar seus contatos.
Nele é possível registrar todas as etapas de comunicação com o cliente, definir deadlines, enviar e-mail direto da plataforma, deixar uma visita agendada, entre outras tarefas.
Também auxilia os gestores na hora de definir quais corretores irão atender um determinado tipo de cliente ou imóvel e distribuir todos de forma igualitária.
Como você viu, ferramentas é o que não faltam para otimizar o atendimento e os números do mercado imobiliário. Como frisamos bastante neste texto, o tempo é valioso para você e para seu cliente, então, utilizar de ferramentas que podem melhorar sua performance, faz com que seu negócio se destaque e que seus consumidores tenham uma experiência incrível.

Veja também

ACOMPANHE NOSSOS CANAIS